Cáries são transmitidas de pais para filhos? Odontopediatra responde

 

Muito se ouve e se lê que cáries podem ser transmitidas quando os pais beijam as crianças, assopram papinhas  ou compartilham talheres

Mas, segundo a odontopediatra Claudia Romani, da Clínica Sinthesi de SP, quando os bebês nascem, eles não apresentam bactérias na boca. Com o passar do tempo, vão adquirindo bactérias do meio onde vivem, inclusive da cavidade bucal das pessoas que têm uma proximidade e um contato maior com essa criança. Portanto, se os pais possuem uma grande quantidade de bactérias cariogênicas na cavidade bucal, estas serão transmitidas sim e farão parte do biofilme (placa bacteriana) dos seus dentes. “Porém, para cárie existir é preciso ter o contato com o açúcar”, diz a especialista.

A saliva é composta por água e componentes que iniciam a digestão e protegem o trato respiratório e digestório contra vírus e bactérias, mas ela também pode ser a grande responsável pela transmissão de doenças.

“O que acaba fazendo com que essa criança tenha mais cáries são os maus hábitos da família em relação ao consumo de açúcar e falta de escovação adequada, e não apenas as bactérias. Já as costumes bons ou ruins, são passados de geração em geração e, esses sim, podem ser prejudiciais ou benéficos à  saúde bucal”, finaliza a odontopediatra.

 

FONTE: Clínica Sinthesi – Odontologia Integrada

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s